Arquivo da tag: sertão

Santana do Ipanema: 139 anos de muita história…


1398007300878

“(…) tudo é Brasil, e é nessas cidades e vilas distantes, perdidas no interior, que reside a essência da brasilidade com as suas tradições, com a sua literatura de cordel, com o seu folclore.”

A cidade de Santana do Ipanema – meu canto, meu lar e meu amor – completará 139 anos de emancipação política no dia 24 de abril. O sertão estará em festa com mais um aniversário da sua rainha.

Santana do Ipanema já viveu grandes momentos que precisam ser eternamente exaltados e lembrados por todos seus filhos com muito orgulho e carinho. A luta constante do seu povo contra a seca forte que sempre lhe acompanha é uma marca e o jumentinho um símbolo de resistência e de vitória.

Sua história começa com grandes nomes, como a do catequista Padre Francisco Correia e os irmãos Vieira Rêgo. Ribeira do Panema nasceu pequena, mas com espírito grandioso e próspero. Em 1875, com a resolução 681, Santana do Ipanema é emancipada.

De lá pra cá muita coisa aconteceu, demos grandes passos em desenvolvimento e progresso, não podemos jamais negar o trabalho feito por tantos, sejam eles prefeitos, vereadores, empresários e cidadãos que passaram e fizeram sua parte na construção de uma realidade cada vez melhor. Infelizmente, nem sempre acertamos, o que é natural ao ser humano, não somos perfeitos, porém a maturidade e a vontade de acertar está presente no reconhecer o erro e humildemente buscar corrigir.

Em 2014, Santana do Ipanema, vive um momento de grande crescimento populacional e econômico, sendo cidade polo no sertão alagoano, recebe viajantes de várias regiões que passam e param por lá para chegarem aos seus destinos ou aqueles que por lá vão residir em busca de melhores oportunidades na educação e na profissão.

Com esse crescimento desordenado e sem planejamento surgem muitos problemas que atrapalham o desenvolvimento da cidade. Um dos muitos que surgiram e vêm tirando a paz do cidadão santanense é a violência que cresce a cada dia.

Duas das características da região eram a tranquilidade e a paz, que hoje são exceção à regra. O medo tomou conta e o receio em andar pelas ruas da cidade aumenta a cada notícia de assalto à mão armada que é divulgada nos veículos de comunicação ou nas conversas informais e amigas nos bares, restaurantes, lanchonetes e igrejas.

A responsabilidade em mudar essa realidade não é somente do Estado, mas também do município que não pode criminosamente omitir-se culpando tudo e a todos, sem fazer nada planejada e eficientemente. Investir na educação, valorizando e respeitando os professores, criando escolas em tempo integral com atividades de esporte e lazer, com as refeições suficientes para que a criança possa ter sempre o prazer em voltar à escola, projetos culturais e de segurança comunitária com a participação direta da população, gerando assim o sentimento de responsabilidade e de comunidade.

Tem um ditado antigo que diz, “sangue puxa mais do que carro de boi”, precisamos ter esse sentimento de unidade, de comunidade e defender o que é nosso e não permitir que o descaso e a inoperância de alguns prejudiquem o presente e o futuro dos nossos filhos e netos. Ter orgulho da nossa cultura, da nossa história, da cidade, é ter dentro de si responsabilidade. Quem tem orgulho cuida para sempre ter esse sentimento.

Desejo o melhor para Santana do Ipanema, quero que minha cidade cresça e se desenvolva, dando oportunidades a todos que procuram em seus braços majestosos o conforto e segurança. Que a característica de fortes guerreiros que está no espírito e no sangue do sertanejo seja a fonte inesgotável de respeito, mudança e renovação da sua história.

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas

Olivença festeja hoje sua Padroeira


14054846117786

A querida cidade de Olivença, localizada no sertão alagoano – próxima a Santana do Ipanema, festeja hoje o dia da sua Padroeira Nossa Senhora do Carmo, que é um título dado à Virgem Maria. O principal símbolo desta devoção é o Escapulário do Carmo, que representa o ato de estar a serviço do Reino de Deus e que acompanha muitas indulgências e graças.

O novenário começou no dia 7 deste mês com uma procissão de abertura saindo do Povoado Barraco com destino à Paróquia de Nossa Senhora do Carmo. O Pároco José Petrônio Oliveira organizou uma grande festa que teve como padres convidados, Pe. José Pinto (Igaci – AL), Pe. Marc David Ferro (Palmeira dos Índios – AL), Pe. José da Silva (Monteirópolis – AL), Pe. Clóvis Rodrigues da Silva (Inhapi – AL), Pe. Hélio Pereira dos Santos (Quebrangulo – AL), Pe. Henaldo Chagas (Maravilha – AL), Pe. Edivaldo dos Santos (Senador Rui Palmeira – AL), Pe. Antônio de Pádua Santos Sobrinho (Piranhas – AL) e Pe. José Neto de França (Major Isidoro – AL), todos membros do clero da Diocese de Palmeira dos Índios.

Todos os dias do novenário aconteceram orações solenes de Laudes, Hora Média e Vésperas, todas oriundas da Liturgia das Horas, e durante a noite sempre algum evento religioso e apresentações, sendo que no último dia do novenário aconteceu o tradicional leilão de animais e utensílios.

Hoje dia 16 de julho, haverá às 10h30min a Santa Missa Solene com a presença do bispo diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos, líder da comunidade católica do sertão. Já a tarde, haverá a procissão com a imagem de Nossa Senhora do Carmo pelas principais ruas da cidade.

Olivença é uma cidade pequena do nosso sertão, porém com um povo de coração gigantesco e acolhedor, que luta sempre por dignidade e melhores dias, apegando-se na fé, para que a sabedoria, a paz e força sejam sempre renovadas e fortalecidas para enfrentar mais um dia.

Viva Nossa Senhora do Carmo!

Viva o POVO OLIVENTINO!

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Religião

Saldo positivo da Festa da Juventude 2014 em Santana do Ipanema


Foto: Flávio Azevedo

Foto: Flávio Azevedo

A 52ª Festa da Juventude, na cidade sertaneja de Santana do Ipanema, tradicional e conhecida em todo o estado de Alagoas e fora dele, ocorreu nesse último final de semana, com uma boa organização, grande policiamento e seguranças a festa foi tranquila. Só percebi uma diminuição de participantes na festa e visitantes na cidade.

O dia mais movimentado foi sem dúvida o sábado, quando houve a apresentação da banda Cannibal, Cidade Negra, De Boy e Samyra Show e Forro 100%, esta última encerrando o show por força policial, já que tinha ultrapassado o horário estabelecido para término da festa. (Poderia ter acabado de forma mais educada e não tão abrupta!)

O show de Cidade Negra chamou a atenção de muitos presentes com sua apresentação que milhares de pessoas cantarem e curtirem seu som, porém alguns não gostaram da atração alegando que aquele estilo não tinha a cara da Festa da Juventude, opinião que discordo, pois essa festa deve ter a cara de todos os santanenses e quanto mais estilos diferentes, mais pessoas sentirão parte daquilo.

A Festa da Juventude precisa ter essa cara eclética, tentando atender a todos os estilos dos santanenses, sabendo, claro, que não se agrada a todos, mas que se pode deixar a festa mais atrativa e mais participativa, com bandas e artistas da atualidade e outros eternamente atuais.

A Festa da Juventude tem uma grande importância para Santana do Ipanema, pois nos dias em que acontecem a festa toda a cidade (e as cidades vizinhas) tem grande movimentação no seu comercio e na sua hotelaria, que geralmente fica sobrecarregada. O pequeno comerciante que tem sua lanchonete, a dona da loja de roupa, os salões de beleza, os bares e restaurantes, os supermercados e outros tantos que fazem a vida financeira da cidade, saem ganhando, pois o dinheiro começa a rodar e assim dá uma força para os comerciantes (de todos os níveis) na correria sofrida do dia a dia do comércio.

Na torcida para que no próximo ano a Festa da Juventude seja ainda melhor que a desse ano, em organização, segurança e atrações. Uma festa tradicional como essa não se pode morrer por amadorismo ou falta de vontade de querer fazer bem feito.

Que venha a 53ª Festa da Juventude em Santana do Ipanema!

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Cultura e Lazer

Santana: gestor pinta praças com cor de campanha e fere princípio da impessoalidade


Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda

Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda

O prefeito de Santana do Ipanema, Mário Silva, do Partido Verde, decidiu pintar as praças da cidade sertaneja de verde, cor do seu partido e bastante utilizada na sua campanha eleitoral em 2012.

Quem chega no munícipio já percebe a cor verde na praça do Povoado Areias Branca e quando entra na cidade começa a perceber que as demais também assim estão pintadas como por exemplo as praças Dr. Adelson Isaac de Miranda (antiga praça da Bandeira) e São Pedro, localizada no tradicional bairro do mesmo nome. Outro detalhe é que o prédio onde funciona a Secretaria de Municipal de Educação foi pintada com a mesma cor.

As letras iniciais do nome Mário Silva foram modificadas na campanha eleitoral para formar uma marca e ajudar na identidade visual do candidato, o problema é que a mesma marca está presente no símbolo da administração no slogan “É Mais Santana”.

O que acontece em Santana do Ipanema já aconteceu em outras cidades do país, inclusive aqui em Alagoas, onde os prefeitos foram condenados a pagarem multas e muitos ficaram inelegíveis. Não passa de amadorismo político, onde muitas vezes a sede em publicidade pessoal ultrapassa o limite razoável dos princípios da impessoalidade e da moralidade.

A lei municipal nº 388 de 27 de abril de 1970 criou a Bandeira e o Brasão do Município de Santana do Ipanema e lá determinou as cores que constituiriam os símbolos santanenses. Na Bandeira se encontra o azul e o branco, já no Brasão encontramos o amarelo-queimado símbolo da fortaleza, em amarelo-laranja está gravada o termo latino “Labore Prosperierimus” (“No trabalho seremos prósperos”), o azul representando o céu, o cinza que simboliza as serras, o milho, feijão, algodão e cacto visualizam a riqueza agropecuária do município, o creme representa o solo e o azul claro lembra as águas do Rio Ipanema. Essa lei dá ao município muitas cores que tem um verdadeiro significado para a cidade e que poderiam muito bem serem utilizadas nas pinturas das praças, prédios públicos e artes publicitárias.

Sei que o prefeito santanense gosta muito do verde, assim como eu, porém essa decisão em pintar as praças da cidade com a cor de sua campanha não caiu bem, demonstrando assim, que a coisa pública precisa ser mais respeitada e não trada como algo disponível às vontades do gestor municipal.

O município é maior que o prefeito e os vereadores e enquanto isso não for compreendido teremos mais atitudes como essas que mostram o tamanho do despreparo dos nossos políticos, e que suas convicções pessoais estão acima do que é bem público.

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Política

4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente


Logo_4CNMA_2013

Hoje aconteceu o primeiro dia da 4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente, que tem como tema central resíduos sólidos. Dia com grandes palestras, para aprofundar o conhecimento de todos os delegados que se apresentam como bons nomes para representar Alagoas na etapa nacional, que ocorrerá em Brasília  entre os dias 24 e 27 de outubro.

A etapa estadual acontece depois das regionais que aconteceram nos meses de julho e agosto, passando pelo sertão até a metropolitana. Foram eleitos nas regionais aproximadamente 300 delegados dos mais diversificados setores da sociedade: iniciativa privada, poder público e sociedade civil (movimentos sociais e populares, entidades acadêmicas, comunidades tradicionais e Organizações Não Governamentais – ONGs).

A movimentação no Centro de Convenções Ruth Cardoso começou cedo, depois da abertura e da apresentação cultural do Coral da Casal, houve a leitura do regulamento da Conferência Estadual, explicação sobre a metodologia da Conferência e programação, resumo das Conferências Regionais e apresentação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada ( IPEA) sobre o levantamento dos catadores do Estado de Alagoas. Após o almoço, mais palestras com os temas: O reflexo da nova legislação sobre a gestão de resíduos sólidos no Brasil,  Financiamento Público em Resíduos Sólidos e Política Estadual de Resíduos Sólidos.

O dia mais agitado, sem dúvida, será amanhã, último dia da Conferência Estadual, pois os delegados eleitos nas regionais irão debater as propostas que serão escolhidas para a Nacional, debates esses divididos por eixos temáticos – participarei do eixo 2 que trata da Redução de Impactos Ambientais, depois dos debates e escolha das propostas acontecerá a eleição dos delegados que representarão o nosso Estado na Conferência Nacional.

O Eixo 2, no qual faço parte, terá como propostas:

1 – Exigir que só se libere o licenciamento da construção de empreendimento com a existência de espaço para lixo reciclável;

2 – Promover a implantação da coleta seletiva com a instalação de estação receptoras em instituições públicas e privadas, em conjunto com cooperativas de catadores e artesãos, e empresas em geral;

3 – Criação de usinas de compostagens;

4 – Promover a regularização da política nacional de logística reversa, com a inclusão de pontos de coleta e armazenamentos de materiais eletrônicos, radioativos, tóxicos, agrotóxicos e hospitalares que desgastem o meio ambiente;

5 – Aproveitar o biogás gerado nas unidades de compostagem e aterros sanitários implantados, para a geração de energia elétrica.

Estas são algumas das 35 propostas que serão debatidas e aperfeiçoadas no eixo 2 para serem encaminhadas para a Nacional.

Siga-me no Twitter: @Marques_JM

3 Comentários

Arquivado em Alagoas

Programação da Festa da Juventude 2013 – Santana do Ipanema


festa da juventude 2013

Santana do Ipanema se prepara para receber visitantes de todo o estado e de outras partes do país que irão curtir a 51ª Festa da Juventude, que esse ano irá acontecer do dia 7 a 14 de julho.

Na quarta-feira passada, o prefeito Mário Silva, concedeu entrevista coletiva para divulgar a programação oficial da festa e também responder aos questionamentos sobre o famigerado “Cavalo de Pau”. Participou desta entrevista, além do prefeito, o  major Roberto do Vale, do 7º Batalhão de Polícia.

Entre a fé da Sara Reis, o romantismo do José Augusto e o forró de Flávio José, a festa terá de volta a competição de “Cavalo de Pau”, que esse ano não será mais como, digamos, antigamente.

Os famosos anônimos que competiam antes no cavalo de pau estarão de fora, pois será de exclusividade dos profissionais membros da Federação Alagoana de  Automobilismo. Uma grande estrutura será preparada para dar a segurança a todos os amantes da prática esportiva. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiro estarão presentes no local atentos ao cumprimento dos organizadores das normas de segurança.

Consideradas por muitos, o Cavalo de Pau e o Campeonato de Arrancada, serão as grandes atrações da festa. A competição será no Campo de Aviação, começando às 9h indo até às 17h.

Divulgação: Santana do Ipanema no escuro? Blog do Marques

As atrações noturnas da 51ª Festa da Juventude serão essas:

Quinta-feira 11/07 

  • Escolha da Rainha da Juventude – Atração: Tenda Eletrônica com DJ. Rapha

Sexta-feira 12/07 

  • Amores.com
  • Brasas do Forró
  • Gabriel Diniz
  • Dorgival Dantas

Sábado 13/07

  • Forró Badauê
  • José Augusto
  • Junior Mendes
  • Flávio José

Domingo 14/07 

  • Mano Walter
  • Geraldinho Lins
  • Forró do Tchê
  • Luan e Forró estilizado

Em enquete realizada no Facebook, no maior grupo relacionado a Santana do Ipanema, a maioria dos votantes foram favoráveis ao retorno do “Cavalo de Pau”, sempre comentando que este viesse com uma boa estrutura e segurança, frutos da responsabilidade dos organizadores.

E você gostou da programação desse ano da Festa da Juventude, uma das maiores do Estado de Alagoas?! Concorda com a forma em que o Cavalo de Pau está retornando ao evento?! Deixe sua opinião nos comentários.

@Marques_JM

6 Comentários

Arquivado em Alagoas, Cultura e Lazer

Forró no sertão


dancandoforro

– Eita, que hoje tem show da Mastruz com Leite e Magníficos no sertão!

Todo fim de semana que ia ter show em Santana do Ipanema, a cidade ganhava outro clima. A movimentação no centro da cidade era maior que os dias comuns, as lojas de roupas ficavam lotadas e quem sempre lucrava mais eram as cabeleireiras, que já começavam a arrumar os cabelos das meninas vaidosas ou não, já na sexta-feira a tardinha.

Os amigos começavam a ligar um pro outro, pra confirmar o que já tinha sido acertado há quase um mês, quando começaram a divulgação o show.

– Alô, Jorge? É o Marques. Tudo certo pra hoje, né?
– Fala Marques, tudo certinho, agora se ligue… Já falou com Washington e Felipe?
– Já, eles irão pra tua casa umas 9h (Traduzindo: 21 horas)! Blz?!
– Blz!
– Aproveitando, vê se tem um carro cor de gelo aí estacionado, em frente a tua casa! Por favor.
– Espera, vou ver!
(Alguns minutos depois) – Tem não, Marques!
– Ah, que pena! Acho que derreteu!
– Vai tomar no c%$@u!

Os shows só começavam depois das 22 horas, pois era obrigação de todo mundo ir pra missa, já que essa começava às 19h30m, pontualmente. Só depois do sermão do Padre Delorizano, na igreja matriz, é que íamos ao encontro dos amigos.

Os grandes shows, antigamente, eram realizados na quadra de esportes do colégio Mileno Ferreira, o Estadual, ou na quadra da AABB (até hoje).

Faltando uns 30 minutos para o show, ficávamos na Praça da Bandeira, conversando, rindo e, claro e evidente, olhando as  meninas que estavam indo pro forró! Essa observação era um ponto muito importante para definir a qualidade do show!

Não demorava muito e já estávamos lá na porta da AABB, animados e muito agitados. Era uma emoção que não se pode definir, pois as palavras reduziriam e muito aquele momento!

O show estava lotado! Depois de algumas voltas no meio do povo e de tentar cantar o “carimbó do Macaco”, a gente parava num canto, estrategicamente escolhido, ou seja, onde tinha muita mulher bonita por perto! Ali ficávamos e se não desse certo partíamos pra outro local!

O forró comia solto, apertava aqui, apertava acolá, o suor caía pelo meio da testa, a roupa já não estava passadinha e o fungado era grande! Os olhares se cruzavam durante os rodopios e com a simplicidade matuta o sorriso escapulia.

Quando o sol nascia e o show acabava todo mundo ia para suas casas com um pensamento:

– EITA, FORRÓ BOM DA PESTE!

Siga-me no Twitter: @Marques_JM

VIVA SÃO JOÃO!

3 Comentários

Arquivado em Textos