Arquivo da tag: Santana do Ipanema

54ª Festa da Juventude. Ou, Quase houve a Festa da Juventude em 2016


Santana

A Festa da Juventude de Santana do Ipanema – Alagoas, já é tradicional e consolidada na região, sendo uma das festas populares mais esperadas do sertão alagoano todos os anos. A festa movimenta financeiramente toda a cidade santanense e as cidades próximas, que com a superlotação já conhecida acabavam absorvendo todos aqueles que buscavam curtir a “maior festa jovem de Alagoas”.

O comércio local ficava agitado, todos ganhavam, do supermercado ao mercadinho de bairro, das lojas de roupas até os muitos salões de beleza. A festa somava-se ao início do novenário da padroeira da cidade, Sant’Ana, o que deixa Santana do Ipanema em plena efervescência econômica.

Em 2016 a festa aconteceu (será?!) não nesse clima, mas numa situação de crise, está reflexo da nacional, mas não somente, a crise administrativa municipal ficou nítida no tamanho e organização da tradicional festa.

Quem era de fora e estava na cidade pela primeira vez, ouviu diversas vezes e de inúmeras pessoas a seguinte frase: “não foi a melhor época, isso aí não é a festa da juventude!”

O prefeito Mário Silva, que não deixará uma boa e orgulhosa marca na história municipal, ao anunciar numa rádio da cidade a programação justificou a “forma simples” da festa devido às dificuldades que os municípios do Brasil enfrentam no momento. Eu acredito no prefeito, inclusive, tenho plena certeza que o fornecimento de energia elétrica que foi cortada recentemente de algumas repartições públicas, inclusive da Prefeitura, não foi culpa da sua administração “iluminada”, mas sim, da Dilma, do Lula, do PT e do Obama e seu imperialismo maldito.

É claro que sabemos qual a real situação que o país vive e as dificuldades econômicas dos municípios, não negamos isso, como também defendemos que seria imoral realizar um mega festa da juventude gastando milhões de reais enquanto servidores públicos, por exemplo, estão sem ter o reajuste acordado cumprido e algumas verbas devidas não depositadas, entre outras reivindicações justas e ignoradas. Não duvido que se existisse uma administração transparente e objetiva, a população entenderia uma festa menor.

Mário Silva virou prato cheio para seus adversários nesse ano eleitoral, tornando-se o melhor cabo eleitoral daqueles que almejam a principal cadeira da cidade de Santana do Ipanema. Sua gestão é conhecida e comentada em todo Estado e a crença da reeleição não passa de um sonho, e como disse certa feita um pensador: os sonhos são inimputáveis.

Espero que Santana do Ipanema, minha terra, possa viver novamente dias melhores e com boas ideias para superar as dificuldades que estamos vivendo com a crise dos municípios e a nacional. Em 2017, seja lá quem for o novo gestor, torcemos por competência e paixão pela cidade, que não transforme a prefeitura em puxadinho da sua residência, mas sim, tenha em mente o respeito incondicional pelos princípios da administração pública.

Siga-me no Twitter/Instagram/Periscope/Sanp: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Textos

Santana do Ipanema: 139 anos de muita história…


1398007300878

“(…) tudo é Brasil, e é nessas cidades e vilas distantes, perdidas no interior, que reside a essência da brasilidade com as suas tradições, com a sua literatura de cordel, com o seu folclore.”

A cidade de Santana do Ipanema – meu canto, meu lar e meu amor – completará 139 anos de emancipação política no dia 24 de abril. O sertão estará em festa com mais um aniversário da sua rainha.

Santana do Ipanema já viveu grandes momentos que precisam ser eternamente exaltados e lembrados por todos seus filhos com muito orgulho e carinho. A luta constante do seu povo contra a seca forte que sempre lhe acompanha é uma marca e o jumentinho um símbolo de resistência e de vitória.

Sua história começa com grandes nomes, como a do catequista Padre Francisco Correia e os irmãos Vieira Rêgo. Ribeira do Panema nasceu pequena, mas com espírito grandioso e próspero. Em 1875, com a resolução 681, Santana do Ipanema é emancipada.

De lá pra cá muita coisa aconteceu, demos grandes passos em desenvolvimento e progresso, não podemos jamais negar o trabalho feito por tantos, sejam eles prefeitos, vereadores, empresários e cidadãos que passaram e fizeram sua parte na construção de uma realidade cada vez melhor. Infelizmente, nem sempre acertamos, o que é natural ao ser humano, não somos perfeitos, porém a maturidade e a vontade de acertar está presente no reconhecer o erro e humildemente buscar corrigir.

Em 2014, Santana do Ipanema, vive um momento de grande crescimento populacional e econômico, sendo cidade polo no sertão alagoano, recebe viajantes de várias regiões que passam e param por lá para chegarem aos seus destinos ou aqueles que por lá vão residir em busca de melhores oportunidades na educação e na profissão.

Com esse crescimento desordenado e sem planejamento surgem muitos problemas que atrapalham o desenvolvimento da cidade. Um dos muitos que surgiram e vêm tirando a paz do cidadão santanense é a violência que cresce a cada dia.

Duas das características da região eram a tranquilidade e a paz, que hoje são exceção à regra. O medo tomou conta e o receio em andar pelas ruas da cidade aumenta a cada notícia de assalto à mão armada que é divulgada nos veículos de comunicação ou nas conversas informais e amigas nos bares, restaurantes, lanchonetes e igrejas.

A responsabilidade em mudar essa realidade não é somente do Estado, mas também do município que não pode criminosamente omitir-se culpando tudo e a todos, sem fazer nada planejada e eficientemente. Investir na educação, valorizando e respeitando os professores, criando escolas em tempo integral com atividades de esporte e lazer, com as refeições suficientes para que a criança possa ter sempre o prazer em voltar à escola, projetos culturais e de segurança comunitária com a participação direta da população, gerando assim o sentimento de responsabilidade e de comunidade.

Tem um ditado antigo que diz, “sangue puxa mais do que carro de boi”, precisamos ter esse sentimento de unidade, de comunidade e defender o que é nosso e não permitir que o descaso e a inoperância de alguns prejudiquem o presente e o futuro dos nossos filhos e netos. Ter orgulho da nossa cultura, da nossa história, da cidade, é ter dentro de si responsabilidade. Quem tem orgulho cuida para sempre ter esse sentimento.

Desejo o melhor para Santana do Ipanema, quero que minha cidade cresça e se desenvolva, dando oportunidades a todos que procuram em seus braços majestosos o conforto e segurança. Que a característica de fortes guerreiros que está no espírito e no sangue do sertanejo seja a fonte inesgotável de respeito, mudança e renovação da sua história.

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas

AGRIPA – Preservação do Rio Ipanema


agripa

Em Santana do Ipanema um movimento chama a atenção de todos da região sertaneja da nossa Alagoas, a defesa e resgate do Rio Ipanema, que nasce no município de Pesqueira e desaguando no Rio São Francisco, é o principal assunto que move a Associação Guardiões do Rio Ipanema – AGRIPA.

A AGRIPA busca despertar no santanense o devido cuidado que precisamos ter na preservação do Rio Ipanema e do meio ambiente como um todo, pois o que se encontra – infelizmente – há muitos anos é o total descaso com o rio do poder público e da população.

Crimes ambientais de todos os níveis são cometidos diariamente no sertão, o Rio Ipanema é violado constantemente com o descarte irregular de lixo e desmatamento, por exemplo. Para combater essa cultura de desvalorização e descaso, a AGRIPA promove debates, palestras e atividades junto as comunidades que estão diretamente ligadas ao rio e com as escolas públicas e particulares da cidade.

No próximo dia 21 de abril, Santana do Ipanema comemorará o Dia do Rio Ipanema e a AGRIPA convida a todos para participarem de suas atividades. Divulgo aqui a programação e compartilho com todos o desejo para que o trabalho da associação cresça e se fortaleça cada vez mais, pois esses fazem a diferença na sua comunidade.

A Associação Guardiões do Rio Ipanema (AGRIPA) está convidando toda comunidade santanense e região a participar dos festejos alusivos ao Dia do Rio Ipanema, que ocorrem na próxima terça-feira, dia 21 de abril de 2015.

Dentre as várias atividades estão previstas passeio ciclístico, apresentações culturais e artísticas.

Confira abaixo a programação completa:

16 horas: Passeio ciclístico, saindo do bairro do Bebedouro

Percurso: Maniçoba, Rua São Pedro, Rua São Paulo, Ponte do Padre, Rua Delmiro Gouveia, Rua Manoel Medeiros de Aquino, Cahab Velha, Avenida Pancrácio Rocha, via Secretaria de Obras, Rua Sayonara Queiroz, Rua Santa Sofia II, Sítio Mata Verde, Cemitério do Barroso, Rua Santa Sofia, Av. Pancrácio Rocha, em direção a Caixa Econômica e a Avenida Drº Arsênio Moreira, finalizando na Praça Dr Adelson Isaac de Miranda.

18 horas: Breve histórico sobre a Agripa

18h20min: Apresentações culturais a cargo de alunos do Colégio Cenecista Santana, na qual serão mostradas poesias, jogral e rap.

19 horas: Show com artistas locais: Ferreirinha, Ferreira, Luciano e Renildo (música regional)

Arly Cardoso (brega)

Manoel Messias (forró pé de serra)

Júnior do Acordeom e grupo

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Geral

Viva Sant’Ana


14063143921411

O dia está cinzento em Santana do Ipanema, choveu logo cedo, o que não me ajudou muito para acordar. Minha sorte é que estou de férias da escola. O meu compromisso será às 9h na Igreja Matriz, preciso chegar cedo para preparar minha túnica e todos os objetos sagrados para a missa solene da padroeira.

Minha roupa está pronta sobre a cama, mainha acorda cedo e gosta de tudo certinho, a camisa social branca e a calça preta estão passadas, o sapato social engraxado. Tudo pronto, vou para a Igreja.

– Já vai, meu filho?

– Sim, mãe. “Bença”.

– Deus lhe abençoe. Aproveite e antes de ir, tome café. Essa missa demora muito e depois você fica com fome e passa mal.

Alimentado, subi com coragem e fé a ladeira que leva a Matriz, ao virar a esquina o parque é visível, pena que todos os brinquedos estão desligados. Só a noite posso andar no bate-bate. A visão da Igreja é muito bonita a noite, quando as luzes que enfeitam sua fachada estão ligadas, como uma gigante árvore de natal iluminada constantemente.

Dentro da Matriz todos os bancos estão lotados, não há mais espaço, tanto que muita gente está do lado de fora para tentar participar da missa, mesmo que seja ouvindo. O altar está muito bonito, esse ano ornamentaram com flores brancas em grandes arranjos, até São Vicente, que fica num altar lateral, está com seu espaço ornamentado. Coitado, quase ninguém olha pra ele.

O Altar de Senhora Sant’Ana? Ah esse está a coisa mais linda do mundo. Os seis candelabros grandes mais antigos estão sobre o seu altar, arranjos com folhas caindo pendurados ao redor da Santa dão uma beleza harmônica espetacular. Cada devoto e afilhado de Sant’Ana ao chegar próximo ao altar fica encantado e feliz com o cuidado com tudo que leva a Deus.

Na sacristia a movimentação é grande, muitos padres da Diocese vieram para a missa solene, que será presidida por Dom Fernando. Tem padre aqui que nem sabia que existia. Coroinhas e seminaristas tem dois para cada padre presente. Será que vai caber todo mundo no altar? Padre Delorizano está nervoso, soltando fogo para todo lado, aparentemente alguém quebrou alguma coisa muito importante. Graças a Deus cheguei agora, mas alguém vai morrer hoje!

Tudo organizado e todos no seu devido lugar, vai começar a procissão de entrada, para iniciarmos a missa. Eu estava responsável pelo missal. Ia ficar próximo ao bispo durante toda a missa. Para uma criança que queria ser padre, isso era quase uma concelebração. O coral estava ainda mais afinado e com músicas sacras que enriqueciam ainda mais a celebração. O coro de São Cristóvão e de Sant’Ana se uniam todos os anos para cantar na missa solene. Era bonito!

– O Senhor esteja convosco.

– Ele está de meio de nós.

– Abençoe-vos o Deus todo poderoso: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

– Amém

– Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

– Graças a Deus.

Quando o Dom Fernando terminou a benção final uma das cenas mais bonitas acontecia, pois logo após o bispo convidava a todos para cantar o hino da padroeira e numa só voz. Centenas de pessoas cantando com fé, esperança e amor transcende qualquer coisa e arrepia. Ao olhar toda a nave da Igreja via caras conhecidas, minhas professoras da escola, os pais dos meus amigos, alguns dos meus amigos, todos fitados cantando e rezando.

O momento do hino era impagável e quando terminou, o bispo se voltou para o povo com algo ainda preso na garganta e falava em voz alta:

– Viva Senhora Sant’Ana!

– VIVA!

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Religião, Textos

Saldo positivo da Festa da Juventude 2014 em Santana do Ipanema


Foto: Flávio Azevedo

Foto: Flávio Azevedo

A 52ª Festa da Juventude, na cidade sertaneja de Santana do Ipanema, tradicional e conhecida em todo o estado de Alagoas e fora dele, ocorreu nesse último final de semana, com uma boa organização, grande policiamento e seguranças a festa foi tranquila. Só percebi uma diminuição de participantes na festa e visitantes na cidade.

O dia mais movimentado foi sem dúvida o sábado, quando houve a apresentação da banda Cannibal, Cidade Negra, De Boy e Samyra Show e Forro 100%, esta última encerrando o show por força policial, já que tinha ultrapassado o horário estabelecido para término da festa. (Poderia ter acabado de forma mais educada e não tão abrupta!)

O show de Cidade Negra chamou a atenção de muitos presentes com sua apresentação que milhares de pessoas cantarem e curtirem seu som, porém alguns não gostaram da atração alegando que aquele estilo não tinha a cara da Festa da Juventude, opinião que discordo, pois essa festa deve ter a cara de todos os santanenses e quanto mais estilos diferentes, mais pessoas sentirão parte daquilo.

A Festa da Juventude precisa ter essa cara eclética, tentando atender a todos os estilos dos santanenses, sabendo, claro, que não se agrada a todos, mas que se pode deixar a festa mais atrativa e mais participativa, com bandas e artistas da atualidade e outros eternamente atuais.

A Festa da Juventude tem uma grande importância para Santana do Ipanema, pois nos dias em que acontecem a festa toda a cidade (e as cidades vizinhas) tem grande movimentação no seu comercio e na sua hotelaria, que geralmente fica sobrecarregada. O pequeno comerciante que tem sua lanchonete, a dona da loja de roupa, os salões de beleza, os bares e restaurantes, os supermercados e outros tantos que fazem a vida financeira da cidade, saem ganhando, pois o dinheiro começa a rodar e assim dá uma força para os comerciantes (de todos os níveis) na correria sofrida do dia a dia do comércio.

Na torcida para que no próximo ano a Festa da Juventude seja ainda melhor que a desse ano, em organização, segurança e atrações. Uma festa tradicional como essa não se pode morrer por amadorismo ou falta de vontade de querer fazer bem feito.

Que venha a 53ª Festa da Juventude em Santana do Ipanema!

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Cultura e Lazer

Santana: gestor pinta praças com cor de campanha e fere princípio da impessoalidade


Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda

Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda

O prefeito de Santana do Ipanema, Mário Silva, do Partido Verde, decidiu pintar as praças da cidade sertaneja de verde, cor do seu partido e bastante utilizada na sua campanha eleitoral em 2012.

Quem chega no munícipio já percebe a cor verde na praça do Povoado Areias Branca e quando entra na cidade começa a perceber que as demais também assim estão pintadas como por exemplo as praças Dr. Adelson Isaac de Miranda (antiga praça da Bandeira) e São Pedro, localizada no tradicional bairro do mesmo nome. Outro detalhe é que o prédio onde funciona a Secretaria de Municipal de Educação foi pintada com a mesma cor.

As letras iniciais do nome Mário Silva foram modificadas na campanha eleitoral para formar uma marca e ajudar na identidade visual do candidato, o problema é que a mesma marca está presente no símbolo da administração no slogan “É Mais Santana”.

O que acontece em Santana do Ipanema já aconteceu em outras cidades do país, inclusive aqui em Alagoas, onde os prefeitos foram condenados a pagarem multas e muitos ficaram inelegíveis. Não passa de amadorismo político, onde muitas vezes a sede em publicidade pessoal ultrapassa o limite razoável dos princípios da impessoalidade e da moralidade.

A lei municipal nº 388 de 27 de abril de 1970 criou a Bandeira e o Brasão do Município de Santana do Ipanema e lá determinou as cores que constituiriam os símbolos santanenses. Na Bandeira se encontra o azul e o branco, já no Brasão encontramos o amarelo-queimado símbolo da fortaleza, em amarelo-laranja está gravada o termo latino “Labore Prosperierimus” (“No trabalho seremos prósperos”), o azul representando o céu, o cinza que simboliza as serras, o milho, feijão, algodão e cacto visualizam a riqueza agropecuária do município, o creme representa o solo e o azul claro lembra as águas do Rio Ipanema. Essa lei dá ao município muitas cores que tem um verdadeiro significado para a cidade e que poderiam muito bem serem utilizadas nas pinturas das praças, prédios públicos e artes publicitárias.

Sei que o prefeito santanense gosta muito do verde, assim como eu, porém essa decisão em pintar as praças da cidade com a cor de sua campanha não caiu bem, demonstrando assim, que a coisa pública precisa ser mais respeitada e não trada como algo disponível às vontades do gestor municipal.

O município é maior que o prefeito e os vereadores e enquanto isso não for compreendido teremos mais atitudes como essas que mostram o tamanho do despreparo dos nossos políticos, e que suas convicções pessoais estão acima do que é bem público.

Siga-me no Twitter/Instagram: @Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Política

Santana do Ipanema e o medo da violência


pracaadelson

Um dos principais atrativos da cidade de Santana do Ipanema é, sem dúvida alguma, a Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda, a antiga praça da Bandeira, onde boa parte dos santanenses e suas famílias vão para bater um papo com os amigos e fazer um lanche, nas diversas lanchonetes presentes no local.

Aproveitando a tranquilidade do fim de semana do sertão, fui encontrar com amigos e atualizar a conversa na Praça Isaac de Miranda e lá encontrei muita gente se divertindo – alguns extrapolando com os sons de seus carros no volume máximo – pais com seus filhos pequenos curtindo a noite santanense com muito prazer.

A noite estava tranquila até que quando menos se esperava, ouvimos o barulho de um tiro. Logo em seguida outros e uma multidão correndo em várias direções e a maioria vindo para onde estávamos, muitos não imaginavam o que estava realmente acontecendo, o medo foi geral.

Matéria do Alagoas na Net:

Um jovem de 23 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio ocorrida na noite deste domingo (23) ao lado da Praça Dr. Adelson Isaac de Miranda, na cidade de Santana do Ipanema. O caso aconteceu por volta das 22h, quando centenas de pessoas estavam aglomeradas, após assistir o desfile de um bloco de rua.

De acordo com informações repassadas pelo cabo da Polícia Militar, Veloso, responsável pela guarnição da Radiopatrulha, populares relataram que uma dupla chegou em uma motocicleta, em frente a um farmácia, localizada na Rua Martins Vieira, Monumento, e ao parar miraram no jovem Rafael Domingos da Silva.

O rapaz estava acompanhado de uma jovem, quando os acusados efetuaram vários disparos em sua direção. Rafael foi atingido por um tiro no abdômen. Após o atentado, os dois suspeitos fugiram com destino ignorado, enquanto a vítima foi levada por populares até o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo.

Não é de hoje que o tema violência em Santana do Ipanema é comentado. A cidade vive dias de terror, a rotina dos santanenses mudou, não para melhor, mas para adaptar-se ao medo que tomou de conta da cidade.

Nossos jovens se entregam ao mundo das drogas e da violência com muita facilidade, pois alternativas para ocupar sua mente e seu tempo são coisas complicadas demais para serem elaboradas pelos agentes políticos. Não culpo o prefeito, pela situação atual, mas culparei futuramente se ele for omisso e nada tentar fazer para amenizar essa cruel realidade. Comentar sobre a postura do Governo do Estado diante disso tudo é até fácil, pois já perdeu as rédeas e tenta com muita dificuldade contornar a situação.

Precisamos urgentemente tomar medidas que busquem amenizar esse inferno que o Estado de Alagoas vive, ocupando o tempo do jovem com educação, esporte e atividades profissionalizantes. Mostrar que existem alternativas possíveis para uma vida digna e mais humana.

Agir é preciso, antes que percamos por completo o controle da situação e o caos se instale de vez por essas bandas. Cidades pequenas conhecidas por sua tranquilidade, hoje são dominadas pelas drogas e pelo tráfico, enquanto isso muitos ficam na praça jogando milho aos pombos e vendo o tempo passar, como se nada estivesse acontecendo.

Siga-me no Twitter: @Marques_JM

2 Comentários

Arquivado em Alagoas