Arquivo da tag: poemas

Quinta Poética #6


Depois de algum tempo parada, a categoria do BM, a #QuintaPoética, está de volta e com força! O poema dessa semana vem da minha querida União dos Palmares, dos traços delicados e firmes da jornalista Olívia de Cássia.

À Procura

Eu te procurei em cada canto do olhar.
Procurei em cada rua, em cada paisagem,
Inutilmente.
Parece que tudo conspira
Contra a minha vontade
Impulsiva de encontrar você;
É melhor assim, bem sei, bem sabes.

Caso você queira divulgar seu poema aqui no #BlogdoMarques é só clicar nesse link aqui do lado: Clique aqui

@Marques_JM

1 comentário

Arquivado em Quinta Poética

José – Dia D…rummond


José

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, Você?
Você que é sem nome,
que zomba dos outros,
Você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?
sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio, – e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse,
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José!

Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja do galope,
você marcha, José!
José, para onde?

Carlos Drummond de Andrade 

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura e Lazer, Geral

Quinta Poética #3


A #QuintaPoética apresenta hoje os escritos de Gislaine Migliati.

A graça da vida

Ah!…O sentido da vida!
Momentos simples e, ao mesmo tempo, relevantes
Momentos tensos e, ao mesmo tempo, úteis
Momentos confusos, alegres, tristes, raivosos, tormentosos, divertidos…
Seja lá como for…
A graça, o sabor, o gosto
Está em tudo.
Está até onde minha visão alcança, até onde meu paladar experimenta,
Até onde meu coração pressente, até onde minha razão permite
Você escolhe o que quer ver
O que quer sentir
O que quer aprender
A graça da vida. Está em tudo e em todos. Sempre!
Só depende onde estou, com quem estou, como estou
Tudo faz sentido, tudo dá sentido
Só basta prestar atenção
E se não prestar, não tem importância
A vida vai te mostrar, vai te guiar

Caso você queira divulgar seu poema aqui no #BlogdoMarques é só mandar pra mim. Clique aqui

1 comentário

Arquivado em Quinta Poética

Links Alagoanos #17


A foto que ilustra o #LinksAlagoanos desta semana é do grande Leonardo Arcoverde (@leoarcov ou Blog)

Hoje, o #LinksAlagoanos, apresenta muitos blogs novos e uma boa parte deles são de União dos Palmares, terra que vive, respira e transpira cultura.

Outros não entraram por que estavam a muito tempo sem ser atualizado!

Fica a dica: atualize seu blog, pelo menos uma vez na semana!

Você que passou a semana animado e ansioso com a Festa da Juventude em Santana do Ipanema, ou com o Festival de Inverno de Garanhuns e agora está todo sem nenhuma informação dos blogueiros nessa semana, prepare-se para ficar atualizado e conhecer ainda mais a blogosfera alagoana.

Estão preparados?!

Então aproveitem e curtam os #LinksAlagoanos nª 17!

Você não olha por onde anda?

Disputa pela presidência da OAB

Bond, James Bond!

Alagoas Log

Um bilhete premiado

Vem aí Glee 3D

Galeria Heway

Divulgada 2ª etapa do circuito alagoano

Torcida Brigada Verde e Amarela – Processo

Educação ainda não alcança os sonhos

Crítica e Opinião

Meninos no crime

Diálogo de uma freira com um livre pensador

República de bananas?

Simples curiosidade

Sabe o que Florence?

Sonhos

Criança na TV: Macaco de circo…

Dica para concurseiros

A lavadeira agourenta

Minha luta contra a balança

Edivaldo Alves, o Dida

União dos Palmares sediará encontro de usuários do Twitter

Dar não é fazer amor

Fotos especiais

Filme: Zona Verde

Protegido de talento

Novos dias (3)

Drogas na Holanda, uma realidade bem diferente

Série D: Resultado e classificação

O estático e o ético interpelados pela poesia

Sinuado Espelho

PCdoB, UJS e UNE

Utopia

IV Seminário Afro-Alagoano

A PL 122 e a Dignidade da Pessoa Humana

Coisas da nossa mente

Sou!

Espelho, espelho meu!

Vácuo

Dia Mundial do Rock

Erros

Medo de se apaixonar

Sobre uma amizade findada…

Extinção da Secretaria de Direitos Humanos: Erro crasso de Almeida

Dengue, se você agir, podemos evitar.

Criatividade como ferramenta de competitividade

Na Veia

Lula inaugura site

Grito silencioso

“Teremos coisas bonitas pra contar…”

Dia de preto!

A quem respeitar??

Esmalte Fina Flor

Esse tal de Rock and Roll

10 imagens de coisas que mais gosto

Google +, não é tão machista assim

Liu Kang

Assim são, Assim somos.

Paróquia de Messias realiza encontro para catequistas

Juventude Digital

Cuidado ao ir para Garanhuns!

Plano diretor de tecnologia da informação de Alagoas

Você sabe o que é odontologia legal?

Eu não quero voltar sozinho

O tempo é oco…

Dia 17 de julho: Uma ruptura ploítica histórica em Alagoas

E se eu precisar de atendimento médico

Os jardins suspensos da Babilônia

Nem 8, nem 80

Python e um servidor HTTP simples

Memorial Pontes de Miranda

Pergunto a você: QUAL O MELHOR LINK ALAGOANO DA SEMANA?!

Quer ver os outros Links Alagoanos? Escolha qual, clique e leia!

Links Alagoanos #1Links Alagoanos #2Links Alagoanos #3Links Alagoanos #4Links Alagoanos #5Links Alagoanos #6Links Alagoanos #7Links Alagoanos #8 #Links Alagoanos #9#Links Alagoanos #10#Links Alagoanos #11#LinksAlagoanos #12Links Alagoanos #13#LinksAlagoanos #14#LinksAlagoanos #15 #LinksAlagoanos #16

Semana que vem tem mais #linksAlagoanos! Deixe o link do seu blog aqui nos comentários!

@Marques_JM

Deixe um comentário

Arquivado em Links Alagoanos

Quinta Poética #2


Hoje a #QuintaPoética apresenta o blogueiro Leonardo Arcoverde, que transpira sentimentos nobres.

Ontem

Hoje, tanto quanto ontem, sinto tua falta
Suas mão belas a tocar meu rosto
Um toque leve, parece sentir minha alma
Ouço teu coração bater forte
Numa sincronia com meu pensar
Dos teus lábios sinto o gosto

Ah que dia infernal, que saudade
Que vem e me bate na face
Que me faz desejar
E querer-te sempre ao alcance
Raios, trovões e chuva
Como é difícil esperar

Um ano, dois séculos
É o que parece
que não te vejo faz tempos
Ai que coração apertado
e os meus braços vazios
e paro, e penso, e ele padece

Morre de uma doença
Mais letal que a bala
A saudade que me bate
A saudade que me alcança

Quanto tempo
Quanto tempo falta ainda
Quando tempo já passou
Os meus olhos sentem
Morro de saudades
Nem parece que te vi ontem

Caso você queira divulgar seu poema aqui no #BlogdoMarques é só mandar pra mim. Clique aqui

2 Comentários

Arquivado em Quinta Poética

Quinta Poética #1


Bom, começo hoje mais uma categoria no #BlogdoMarques, a Quinta Poética, onde postarei poemas de autores variados, convidando você a refletir a vida pelos olhos românticos dos escritores.

Caso você queira divulgar seu poema aqui no #BlogdoMarques é só mandar pra mim. Clique aqui

Começo com um poema do escritor santanense Remi Bastos, espero que gostem!

MÊS DE JULHO

O mês de julho está chegando
Como chega o Papai Noel,
Irradiando paz e felicidade
Nos corações dos santanenses.
Reveste-se nossa cidade
De tão pura galhardia
Nos abraços e cumprimentos,
Despertando em cada momento
A pausa para a nostalgia.

Eu estava distante, retornei,
Senti saudade de você,
Das nossas brincadeiras sadias,
Dos doces que a Vovó fazia
Quero tudo isso rever,
Sentir a realidade de está aqui,
Percorrer as ruas que tanto andei,
Respirar o ar puro do meu lugar
E abraçar os amigos que aqui deixei.

Estou voltando de braços abertos,
Quero sentir no rosto
A brisa que emana da minha terra,
Contemplar as velhas serras
Que o tempo enfeita e castiga,
Quero outra vez ser criança com orgulho,
Adormecer ouvindo o canto do Ipanema,
Escrever meus versos e poemas
E dizer estou chegando mês de julho.

Remi Bastos

3 Comentários

Arquivado em Quinta Poética

Camões e o amor que arde!


Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?

Luís de Camões

Deixe um comentário

Arquivado em Geral