Loucos e Santos – Oscar Wilde

amigos allstar

Loucos e Santos

Por Oscar Wilde

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.

Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.

Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.

Deles não quero resposta, quero meu avesso.

Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.

Para isso, só sendo louco.

Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.

Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.

Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.

Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.

Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.

Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos nem chatos.

Quero-os metade infância e outra metade velhice!

Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.

Tenho amigos para saber quem eu sou

Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade” é uma ilusão imbecil e estéril.

Siga-me no Twitter: @Marques_JM

3 Comentários

Arquivado em Geral

3 Respostas para “Loucos e Santos – Oscar Wilde

  1. Elizangela Sena

    Gosto desse poema.

  2. Peregrino

    Republicou isso em la voz.

  3. João

    Caríssimo MARQUES,
    em alguma MEDIDA, O Wilde me faz lembrar o HERDEIRO militar do QUILOMBO de Palmares, o CARA filhinho de PAPAI Ganga ZUMBA, o menino jovem rapaz HERÓI estrategista, BEM preparado, o homem ZUMBI filho de ZUMBA, educado VOLUNTARIAMENTE pelo Pe Antonio MELO … o ÍCONE da resistência dos NEGROS, contra explorar e escravizar HUMANOS\… o ÚLTIMO chefe do Quilombo dos PALMARES, margem ESQUERDA R S Francisco a 30 LÉGUAS na Serra da Barriga, Capitania de Pernambuco, degenerada GRATUITAMENTE em Alagoas.
    Donde a RETALIAÇÃO em SANTANA, no interior: a chantagem em 005 BARRAGENS no Sertão: cadê as águas do ‘PANEMA?!\… PASSARINHO bebeu, Papai NOEL existe, e ZUMBI récem-nascido teria sido capturado, PRESENTEADO ao Pe A O MELO, batizado FRANCISCO e reencarnado PAPA Argentino séculos depois no VATICANO dentro de Roma, na ITÁLIA.
    Sim! … voltando a O Wilde, a PAINHO Ganga ZUMBA, um cara poderoso o SUFICIENTE pra dialogar com as PARÓQUIAS ao redor, um PAI que quis EDUCAR o filhote para o FACEBOOK aprendendo latim e português. INGLÊS à época ainda estava pra virar MODA como hoje nos dias que correm. Aos 15 anos rapaz, quase HOMEM, retorna ao QUILOMBO do Pau d’ARCO, diz-se PALMARES no LITORAL onde desembocam todos os RIOS.
    E o PAIZÃO Ganga Zumba, velhote aos 40 em ÉPOCA que mal se chegava aos 50, deu ASAS ao moleque ESPERTO e contra a CORRUPÇÃO.
    Em 1678, os CORRUPTOS perdem a DISPUTA, o véio GANGA já GAGÁ Zumba se despedindo reconhece o valor do HERDEIRO que assume o GOVERNO LOCAL contra os portugueses INCERTEZOS ao longo de 14 anos, haja PROPINA na capital MACACO, futura MACEIÓ?! … rsRs
    A metrópole MACACO, encrave da Serra da BARRIGA com 1 mil e 500 casas abrigo de 8 mil pessoas fornicando produzindo MÃO de obra alegremente. Ao REDOR: AMARO com mil pares de BRAÇOS e de PERNAS sensuais GOZAVA em estrutura organizada entre 4 paredes. Outros POVOADOS alegres: Subupira e Zumbi, Tabocas e Acotirene, Danbrapanga e Sabalangá, Andalaquituche … VICHE!
    Enciumada a branca COROA portuguesa, mal-amada e DESESPERADA, resolve acabar c’o QUILOMBO das comidas a QUILO hoje na Pça da MATRIZ. Com alguns CHUMBETAS [DES-]organiza 16 expedições oficiais passadas em CARTÓRIO com CARIMBO e firma reconhecida, 15 FRACASSOS na região MONTANHOSA contra NEGROS preparados, uns BARBOSAS antes de BatMAN e da TV NORTH-americana. Em 1694, chegou a MACACO um arremedo de EXÉRCITO: 2 mil homens armados de ARCOS e flechas e poucas espingardas.\ … a cidade resiste 22 dias. ZUMBI foge e se esconde até ser capturado: 20nov1695, traído por companheiros enrabichados pela COROA do ouro, a mulher da GRANA e das facilidades.
    [ ZUMBI: líder militar do quilombo de PALMARES ], http://educacao.uol.com.br/biografias/zumbi.jhtm

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s