Santana do Ipanema vive dias de medo!

santana

Santana do Ipanema vive dias de puro medo! Isso mesmo, não estou exagerando. Encontrei recentemente vários amigos e conhecidos santanenses e todos comentaram (lamentaram) a violência que domina a cidade.

Uma onda de assaltos tomou de conta da cidade central do sertão alagoano. Os que mais reclamam da situação são os comerciantes que estão mudando a rotina para tentar amenizar a violência. No mês passado, aproximadamente 14 estabelecimentos comerciais foram assaltados no centro da cidade.

A revolta é grande, pois os assaltantes chegam muitas vezes a pé e levam tudo o que querem, ameaçando com suas armas e de cara limpa. Muitos são menores que entram no mundo do crime para satisfazer, muitas vezes, as vontades de seus líderes. Quando não são eles essas lideranças…

O major Roberto Valle, comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar de Santana do Ipanema, disse em entrevista ao G1/AL que os assaltos são praticados por duas facções rivais que estão disputando os pontos de venda de drogas da cidade.

Santana do Ipanema está entregue à criminalidade devido à inoperância do Estado que insiste em trabalhar com a “sensação” de segurança, quando na realidade isso só serve para gerar nova publicidade e índices dúbios e questionáveis.

A gestão municipal também não fica livre da sua responsabilidade, pois o prefeito que pensar que a questão da violência é somente do Estado pode ir fazer qualquer outra coisa na vida, porque ser prefeito não dá! Políticas públicas reais e efetivas são fundamentais para combater a violência, pois gerarão novos caminhos para os jovens percorrerem.

Precisamos gerar alternativas para as nossas crianças e jovens.

O que não podemos é ficar esperando que a situação piore e fique totalmente fora de controle. Assumam a responsabilidade de vocês, enquanto gestores públicos e comecem a realmente fazer algo, por Santana do Ipanema e por Alagoas.

@Marques_JM

2 Comentários

Arquivado em Alagoas, Geral

2 Respostas para “Santana do Ipanema vive dias de medo!

  1. João

    Caríssimo MARQUES,
    o MEDO é uma constante nos SERTÕES, 9’s fora do litoral em FÉRIAS meia dúzia de FANFARRÕES.
    Nos anos 1960, no Ens FUNDAMENTAL curso PRIMÁRIO 1o GRAU do Ginásio em SANTANA haviam DINOS na minha TURMA de PIVETES, uns caretas repetentes CRIATIVOS: ZW Aquino e Mindinho, Demóstenes e mais alguns …
    Eles JAMAIS se MISTURAVAM aos dYmenor, os GALALAUS c’olhos nos comércios e repartições e nas barras de saia subindo JOELHOS nos anos 1960 rumo aos UMBIGOS do Séc XXI evitavam tanto o CONFRONTO do conforto de papel passado em CARTÓRIO cristão até a última DESPEDIDA do LEITO familiar, como a VERGONHA dos comentários nas RUAS e ainda por cima Seu AFRÂNIO na portaria ao lado do TONEL na FRENTE do TÊNIS impoluto: os DINOS do Bloco Pau d’ARCO de REMI e os GALALAUS do BACURAU de Arquimedes LOBÃO e J Neto d MATO Bestão mais J Neto URBANO Bofão – entre outros em BANDOS nos carnavais, épocas propícias às asas do CIO nas tessituras de CLIO – criavam BLOCOS arriando o CORPO MOLE de tanta cachaça, apenas arrodeando sem ENTRAR … rsRs
    Hoje a ENTRADA do TÊNIS é por TRÁS: a BILHETERIA e a catraca, liberou GERAL! … Kkkkk
    Uma conquista da HUMANIDADE, coisa de netos e NETAS, netas e BISNETOS!!!

  2. João

    Caríssimo MARQUES,
    até onde sei SANTANA poderá ter Guarda MUNICIPAL preventiva, quiçá em BREVE. ATUALMENTE já tem Supervisores de Trânsito, melhorando bastante a fluidez do tráfego. Diz a turma da PREFEITURA que a intenção nunca foi deixar a população VERDE de insatisfação, com cara de TACHO quebrando ao cair no chão.
    Seja BEM VINDO à Rainha do SERTÃO, lugar que você BEM conhece. Pois ABENÇOADOS sempre SÃO os santanenses que EMIGRAM em diáspora pelos [@-]MUNDOS afora. O FERIADÃO de sexta 15nov dos 124 anos de REPÚBLICA insinuam boas PROSAS, quiçá primorosos VERSOS e viradas de PÁGINAS.
    Quem mora em SANTANA abençoa até mesmo QUEM hoje entende diáspoRRa nenhuma do que se passa nem em ALAGOAS, onde os índices de VIOLÊNCIA caem ainda sem despencar, como DESEJAMOS, nem no BRASIL grande DESAFIO. Mesmo porque SANTANA é entroncamento, NÓ a desatar por nós cascas de nozes náufragos n’ondas tortas, às vezes amargas.
    Forte abraço,/ João

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s