Sempma participa de Conferência Regional Metropolitana em Rio Largo

sempma conferencia

A Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente deu sua contribuição no debate promovido durante a Conferência Regional Metropolitana, no Centro de Ciências Agrárias (Ceca/ Ufal) com o tema principal Resíduos Sólidos. A temática se dividiu em quatro eixos: Produção e Consumo Sustentável, Redução dos impactos Ambientais, Geração de Emprego e Renda e Educação Ambiental.

Durante toda manhã os participantes debateram os quatro assuntos. Durante a tarde, escolheram por votação as propostas e também os delegados que representarão seus municípios na 4º Conferência Estadual do Meio Ambiente no dia 23 de agosto, onde serão feitas as indicações por votação para representar Alagoas na 4ª Conferência Nacional do Meio Ambiente, com o tema Resíduo Sólidos, no período de 24 a 27 de outubro, em Brasília.

Os grupos que se dividiam em quatro equipes sugeriram no máximo 20 propostas para cada eixo, logo após, as sugestões escolhidas foram levadas a plenária final que encerrava o evento. No primeiro eixo, Produção e Consumo Sustentável, foram 14 delegados inscritos. O segundo eixo com 17 inscritos, debateu o tema Redução dos Impactos Ambientais. Já o terceiro, discutiu a temática Geração de Emprego e Renda com 21 delegados e Educação Ambiental com 18 delegados inscritos.

“Foi feita uma análise do crescimento geométrico da população, nesse contexto, o consumo aumenta e o resíduo também, principalmente nas grandes cidades, onde é concentrada a maior parte de lixo, por isso é importante que esse tema seja dividido em quatro eixos e devidamente discutido entre os grupos”, esclareceu Valdir Ferreira, agrônomo da Sempma. Ele sugeriu também que a população busque consumir produtos sustentáveis e duradouros para minimizar os impactos ambientais e consequentemente gerar menos resíduos.

Segundo José Marques, um dos delegados para representar a Sempma na Estadual, a Conferência Regional Metropolitana foi produtiva, pois abriu espaço para os representantes expor propostas e apresentarem problemas além de possíveis soluções para a problemática, Resíduos Sólidos. “As expectativas com a Estadual é aperfeiçoar as propostas apresentadas na Metropolitana”, destacou.

A coordenadora de Educação Ambiental da Sempma, Eva Moraes, uma das organizadoras do evento, disse que foi gratificante reunir os segmentos, pois todos mostraram interesse pelo tema, expondo preocupações e soluções. Ela disse ainda que esse é um momento de participar da construção de novas políticas públicas voltadas para o meio ambiente.

O secretário da Sempma, Raphael Wong, também foi um dos delegados inscritos com participação na temática Redução de Impactos Ambientais. “É importante sugerir alternativas para que o cidadão possa reduzir ou descartar o lixo que produz de maneira consciente e com isso diminuir os impactos ambientais. É participando desses espaços que chegaremos juntos a uma solução”, ressaltou.

Um dos representantes da Comissão Organizadora Estadual do Meio Ambiente (COE), Ismar Macário,também delegado, debateu pela manhã o tema Política Nacional de Resíduos Sólidos, dialogando com os participantes conceitos de resíduos. “Foi feita a abordagem da melhoria do catador de resíduo sólido, salários justos, saúde e institucionalização da produção”, destacou.

Compareceram nessa ocasião, entidades acadêmicas, movimentos sociais, ONGs, empresários e representantes da Sempma. Estavam também presentes a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH) e, o Instituto do Meio Ambiente (IMA), que também integram a Comissão Organizadora da Conferência.

Bruna Coelho (estagiária)/ Ascom Sempma

Siga-me no Twitter: @Marques_JM

1 comentário

Arquivado em Alagoas, Geral

Uma resposta para “Sempma participa de Conferência Regional Metropolitana em Rio Largo

  1. João

    Caríssimo MARQUES,
    o tema é IMPORTANTÍSSIMO, caneco CHEIO!
    DIARIAMENTE cada pessoa em VIDA deixa cerca de 1 kg de RESÍDUO sólido dejeto ejetado rumo CASAL em Maceió ligada à REDE sanitária mais cara que INTERNET, rede VIRTUAL.
    Ao longo de uma VIDA de 90 anos são 365 kg/ ano, cerca de 1 TONELADA a cada 30 anos, 30 TONELADAS ejetadas nos ESGOTOS 9’s fora as EMBALAGENS – papel e ALUMÍNIO, latas e PLÁSTICOS -, caneco CHEIO!
    Uma cidade com quase 1 MILHÃO de arruados como MACEIÓ cria uma MIL TONELADAS diárias de dejetos, um enorme DESAFIO!
    Forte abraço,
    João

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s