Discurso de Formatura da turma Rachel Fernandes Aragão (Minha turma!)

IMG_3767

SAUDAÇÕES

Primeiramente, gostaria de saudar ao Sr. Presidente desta solenidade o coordenador do curso de Direito do CESMAC, o professor Doutor Fernando Amorim, saudar o Patrono da turma, o professor Miguel Ângelo Feitosa Melo, Advogado Geral da União dedicado e competente, o Paraninfo, professor José Ysnaldo Alves Paulo, viçosense orgulhoso e apaixonado por sua terra, saudar ao nosso padrinho, o professor Thiago Rodrigues de Pontes Bonfim, mui digno presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas, uma saudação especial a madrinha da turma, professora Gislaine Rosália Migliati, paulista de Santos e alagoana de coração, que com seu sotaque, carisma e determinação cativou não somente a turma, como também o coração deste que vos fala. Como diria o grande dramaturgo William Shakespeare: O amor não se vê com os olhos mas com o coração.

Saúdo também, aos nossos professores homenageados, professores esses que foram importantes na construção do nosso conhecimento jurídico. Saudar também a Maria Nedja Barbosa de Almeida, funcionária dedicada que nos ajudou bastante com sua fidelidade ao trabalho e apoio no período do estágio obrigatório.

Saúdo aos nossos familiares, amigos e demais convidados que estão nos prestigiando nesse momento sublime para nossa vida pessoal e profissional.

Obrigado pela presença!

Queridos amigos,

Hoje estamos vivendo um momento ímpar em nossa trajetória acadêmica, pois nessa solenidade de Colação de Grau, ato oficial público, nos será outorgado o grau como concluintes do curso superior de Ciências Jurídicas.

Para alguns dos formandos aqui presentes não é novidade a cerimônia, pois já concluíram alguma graduação anteriormente, como por exemplo: arquitetura, psicologia, contabilidade ou até mesmo engenharia eletrônica.

Mesmo assim, não tenho dúvidas que o sentimento assemelha-se àqueles que pela primeira vez, vestem estas becas para que através da mão do presidente desta solenidade possa com fidalguia e respeito tomar para si o tão sonhado e muitas vezes sofrido título de bacharel em Direito.

Não foi fácil para ninguém, cada um aqui, em suas particularidades, sofreu, chorou, passou noites em claro preparando algum trabalho acadêmico ou até mesmo estudando para alguma prova de fim de semestre. Cada um viveu intensamente, de uma forma ou de outra, a sua faculdade.

Foi uma longa batalha, porém, felizmente, chegamos ao fim com a vitória nas mãos. O general, estrategista e filósofo chinês Sun Tzu diz a seguinte máxima: Todos podem ver as táticas de minhas conquistas, mas ninguém consegue discernir a estratégia que gerou as vitórias. Essa estratégia está em nosso íntimo, no íntimo de nossa família que foi até o fim, sem desistir e com a certeza que chegaria lá. No seu objetivo.

Toda turma tem suas particularidades, na nossa encontramos de tudo um pouco no percorrer desses cinco anos. Tivemos colegas que conversavam demais, outros de menos, colegas paizão, sem contar as mãezonas, dorminhocos, colegas políticos, professores, bravos, dispersos, calmos, projetos de desembargadores e os que já eram, mesmo estudando ainda o 5ª período.

Nossa turma é única, os muitos momentos felizes que passamos juntos na sala de aula, nos corredores da faculdade ou nos arredores do famoso complexo educacional etílico e alimentício que formam a Íris Alagoense, ficarão cravados na memória e no coração de cada um.

Os momentos ruins?! Ficarão também em nossas memórias, simplesmente como aprendizado para nos tornarmos cada vez pessoas melhores. Ruminar sentimentos negativos é desejar ter uma vida triste e nenhum pouco saudável. Aprendemos com a queda e para bom entendedor já é o suficiente.

Meus amigos, iremos trabalhar no nosso dia a dia com o bom direito e com a defesa constante da justiça para termos dias melhores e mais justos. Vivemos um momento importante, pois o “futuro da nação” que nossos pais, professores e parentes, num passado não muito distante, diziam que nós éramos passou, somos o presente da nação, somos o agora de Alagoas, estado marcado por histórias políticas e sociais que nos entristecem, ao mesmo tempo em que o seu povo trabalhador e acolhedor elevam ao máximo o nível o nível do nosso Estado.

Kierkegaard filósofo e teólogo dinamarquês, contava a seguinte parábola: Certa vez, houve um incêndio num circo ambulante na Dinamarca. O diretor mandou imediatamente o palhaço, que já se encontrava vestido e maquilado a caráter, para a vila mais próxima, para que buscasse ajuda, advertindo de que existia o perigo de o fogo se espalhar pelos campos ceifados e ressequidos, com risco iminente para as casas do próprio povoado. O palhaço correu até à vila e pediu aos moradores que viessem ajudar a apagar o incêndio que estava a destruir o circo. Mas os habitantes viram nos gritos do palhaço apenas um belo truque de publicidade que visava levá-los em grande número às apresentações do circo; aplaudiam e morriam de rir. Diante dessa reação, o palhaço sentiu mais vontade de chorar do que de rir. Fez de tudo para convencer as pessoas de que não estava representando, de que não se tratava de um truque e sim de um apelo da maior seriedade: tratava-se realmente de um incêndio. Mas a sua insistência só fazia aumentar os risos; achavam a performance excelente – até que o fogo alcançou de fato aquela vila. Aí já era tarde, e o fogo acabou destruindo não só o circo, como também a povoado.

Somos a esperança de uma sociedade que clama a cada dia por novos profissionais do direito que façam a justiça real acontecer e nós não deveremos temer os dedos apontados por aqueles que nutrem sentimentos requintados de vilania.

O nosso idealismo e a vontade de mudar o mundo não podem ser apagados pelo descrédito daqueles que dizem: Não é possível. Daqueles que dizem que estamos fazendo um jogo publicitário, daqueles que riem de nós, simplesmente por sermos honestos e justos. Uma coisa eu digo, essa vila, chamada Mundo, só não foi consumida pelo fogo destruidor da corrupção e demais mazelas, em razão das pessoas que acordam todos os dias com a meta de lutar por uma sociedade justa e igualitária.

Somos e devemos ser a diferença no mundo, meus queridos amigos!

Com esse espírito, vamos nos despedindo, mas é uma despedida com cara de até logo, pois nos encontraremos nos corredores do Forúm, nas salas de espera dos juizados, nas salas de audiências, nos encontros de reencontros da turma, nos encontraremos nas ocasionalidades que a vida sempre nos oferece.

As amizades que nutrimos nesses cinco anos estarão sempre conosco, mesmo que a distância nos separe, pois estarão sempre em nossos corações.

Voltaire, diz que a amizade é um contrato tácito entre duas pessoas sensíveis e virtuosas. Sensíveis porque um monge ou um solitário podem ser pessoas de bem e mesmo assim não conhecer a amizade. E virtuosas porque os malvados só têm cúmplices; os festeiros, companheiros de farra; os ambiciosos, sócios; os políticos reúnem os partidários ao seu redor; os vagabundos têm contatos; e os príncipes, cortesãos – mas só as pessoas virtuosas têm amigos! E aqui nós temos, caros convidados, familiares, professores e amigos, 24 pessoas virtuosas, que lhes darão muito orgulho.

Obrigado a todos que contribuíram com o nosso desenvolvimento até os dias de hoje e que com toda certeza continuarão contribuindo ainda mais daqui pra frente.

Obrigado aos nossos pais que se esforçaram ao máximo para garantir o melhor para nossa educação e criação. Somos o reflexo da dedicação e amor de vocês. Saibam que sem vocês não seríamos nada. Se vi longe, foi por estar sobre ombros de gigantes.

Obrigado aos nossos mestres que nos ensinaram o bom direito e nos conduziram pelas melhores trilhas do caminho jurídico. Obrigado por compartilhar seus conhecimentos conosco. Como disse Paulo Freire, ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.

Obrigado aos amigos que tiveram a paciência conosco quando não podíamos sair para alguma festa ou qualquer outro evento para nos dedicarmos aos estudos. Obrigado por sempre nos ajudarem com seus incentivos para superarmos nossas dificuldades. Obrigado por estarem sempre conosco. Como diria Confúcio, para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.

Obrigado a Rachel Fernandes Aragão, nossa amiga, que nos honra ao ceder seu nome para a turma. Você é para todos nós um exemplo de dedicação e superação. Saiba que aprendemos muito com você e o quanto você é importante para cada um aqui. Você é especial em nossas vidas.

Por fim, obrigado amigos de sala, obrigado por todas as risadas, por todas as ajudas, por todos os abraços e beijos, obrigado por fazerem parte de minha vida. Obrigado por me permitirem fazer parte da vida de vocês. Como disse Antoine de Saint-Exupéry, tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Vocês cativaram meu coração!

Muito obrigado.

José Marques de Vasconcelos Filho

Maceió, 23 de janeiro de 2013

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Textos

6 Respostas para “Discurso de Formatura da turma Rachel Fernandes Aragão (Minha turma!)

  1. Luciana

    Muito show, inspirador!

  2. michelle guedes

    ôooooo SAUDADE…

  3. Francisco Farias - Shyko Tamanquinho

    Companheiro Marques, primeiro parabéns pela formatura e depois por este eloquente discurso, onde mostra a capacidade e facilidade de se expressar. Não tenho a menor dúvida do seu sucesso como profissional. É depois de uma leitura dessas (seu discurso) que eu continuo acreditando nas mudanças que a sua geração (que é a dos meus filhos também) pode fazer neste mundo conturbado, de falcatruas, bandalheira e corruções para todas as esferas. Que Deus possa (e com certeza fará) iluminar o seu caminho, para que você possa abrir tantos outros para aqueles que se apresentarem na sua vida sem um destino ou trila para seguir.
    Sucesso companheiro, conterrâneo e amigo da família!

  4. Edson

    Parabéns garoto! texto magnífico.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s