Whitney Houston morre aos 48 anos

A cantora e atriz norte-americana Whitney Houston morreu neste sábado (11), aos 48 anos, segundo informações da agência de notícias Associated Press. De acordo com a polícia local, Houston foi encontrada morta em seu quarto, no quarto andar de um hotel de Beverly Hills. Não havia sinais aparentes de crime ou violência, declarou um porta-voz da polícia a jornalistas diante do hotel. Segundo Kirsten Foster, assessor da estrela, a causa da morte permanece desconhecida e está sendo investigada.

Segundo a polícia de Beverly Hills, seguranças do hotel fizeram uma ligação de emergência sobre Houston às 15h43 locais (21h43 no horário de Brasília). Uma equipe de paramédicos já estaria no hotel por conta de uma festa do Grammy e teria tentado ressuscitar, sem sucesso, a cantora. Às 15h55, Houston foi declarada morta.

Biografia
Whitney era filha da cantora gospel Cissy Houston, prima da diva dos anos 60 Dionne Warwick e afilhada de Aretha Franklin. Ela começou a cantar em igrejas ainda criança. Adolescente, fazia backing vocals para Chaka Khan, Jermaine Jackson e outros, e era modelo. Foi nesse período que o magnata da música Clive Davis ouviu falar da cantora.

“A primeira vez que a vi foi em um show de sua mãe… O impacto foi muito grande. Ouvir aquela jovem colocando fogo nas músicas. Provocou, de verdade, arrepios na espinha” , disse Davis ao “Good Morning America”.

Pouco tempo depois, os Estados Unidos sentiram esse “arrepio” também. Houston gravou seu primeiro álbum, “Whitney Houston”, em 1985. Foram vendidas milhões de cópias e suas músicas se tornaram sucesso. “Saving All My Love for You” rendeu à cantora seu primeiro Grammy, de melhor vocalista pop. “How Will I Know,” “You Give Good Love” e “The Greatest Love of All” também se tornaram singles.

Seu segundo trabalho, “Whitney”, de 1987, também teve grandes sucessos como “Where Do Broken Hearts Go” e “I Wanna Dance With Somebody”.

O “New York Times” descreve a voz da cantora como “uma das melhores vozes gospel de sua geração”. “Whitney evitava os maneirismos típicos do gênero, e usava frases evangélicas com moderação. Em vez de projetar vulnerabilidade e compaixão, ela comunicava força e auto-confiança, fazendo baladas pop majestosas.”

A cantora deixa uma filha, Bobbi Kristina, fruto de seu casamento com Bobby Brown. Eles ficaram juntos entre 1992 e 2007.

*Fonte: UOL

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Geral, Vídeos

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s