O avião e eu! A segunda vez é ainda melhor

Santos, São Paulo.

Quem não gosta de férias? Eu gosto e tenho quase certeza que 98% da população mundial também. Depois de um longo ano de muito corre-corre e muitos desafios chegou a bendita hora de parar e descansar o juízo, para assim, viver melhor e mais tranquilo o novo ano.

Hoje, saí de casa todo animado, pois finalmente o dia da minha viagem para São Paulo e Santos tinha chegado. Arrumei as malas e separei tudo o que podia e queria levar. A mala até que não estava pesada. Porém, um grande desafio estava por vir… Ano passado já tinha vencido esse desafio (Leia aqui!) e tudo indicava que agora seria mais fácil e tranquilo. Eu tinha que ir de avião!

Chego ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, almoço e com uma conversa sempre animada e regada de muitas risadas com Gislaine Migliati, aguardo a hora de entrar no avião.

Pensei que iria passar tranquilamente por essas três horas no ar, até que depois de decolar o piloto Dário diz:

– Senhoras e senhores, sejam bem vindos a bordo desta aeronave. Hoje estamos num ótimo de dia para o voo e tudo indica que não teremos grandes contratempos. Aproveitem o jeito TAM de ser. (Ladies and gentlemen, welcome aboard this aircraft. Today we are in a great day for the flight and everything indicates that we have no major setbacks. Enjoy the TAMway of being.¹)

Quando a esmola é demais o santo e o pedinte desconfiam!

Dessa vez o avião não deu algumas tremidinhas, pelo contrário deu verdadeiros terremotos! O avião dava cada oscilada que eu vi a hora de conhecer Nosso Senhor antes do tempo. Uma criança, que estava atrás da minha poltrona afirmou para a mãe:

– Mãe, o avião vai cair! – Disse o Moleque sorrindo!

– Não diga isso meu filho. – Disse a mãe com cara de pastel.

Isso me deu uma angustia desgraçada, pois vai que aquele menino fosse algum sensitivo mirim e tinha acabado de ter uma mini premonição. Nunca se sabe.

O pouso foi mais ou menos assim:

Quando chegamos ao Aeroporto de Guarulhos, Gislaine olha pra mim e diz:

– Olhe Marques, já viajei muito de avião e nunca passei por uma turbulência como essa!

Olhei para ela e dei aquele sorriso amarelo, de quem quase sofreu um ataque cardíaco.

¹Tradução Google Translator

@Marques_JM

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Textos

4 Respostas para “O avião e eu! A segunda vez é ainda melhor

  1. Marcus Tullius Farias

    kkkkkkkkkkkkkkk não sabia desse seu pânico todo! pensei que fosse só uma cisma!! Vc é do sertão rapaz! num pode ta se assustando com besteira não! kkkkkkkkkkk

  2. Murillo Martins

    kkkk’ ah Tio Marques
    passei por isso tbm, e o pior eh que eu tava com outro medroso do meu lado!
    Mas nada de turbulência!

  3. kkkkkkkkkk muito bom! kkkkk

  4. kkkkkkkkkkkkkkkkk Muito boa sua historinha. Como sempre, me divirto muito com seus textos.

    Beijão querido! Aproveite bastante por aí. 😉

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s